???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/tede/594
Tipo do documento: Dissertação
Título: MANOEL DE BARROS: AS CORES DA INFÂNCIA
Autor: Campos, Hélvio Henrique de 
Primeiro orientador: Gomes, Daniel de Oliveira
Resumo: A presente dissertação insere-se na linha de pesquisa Poéticas da Leitura e da Interpretação, e tem como objetivo analisar a obra do poeta mato-grossense Manoel de Barros sob uma perspectiva teórica pós-estruturalista, buscando identificar nela o olhar infantil, que ainda não acumulou experiências, enquanto ampliação de possibilidades no manejo da palavra. Esse tema é recorrente nos versos manoelinos, havendo a incorporação do modo infante de ser, ver e fazer em sua construção poética, sendo sua poesia expressão de um constante retorno, em retroação à origem informe da vida, a infância. Dois fios teóricos foram destacados para costurar os recortes que a observação contingente impôs à obra desse poeta na eleição da temática exposta: algumas considerações do filósofo Maurice Blanchot sobre o espaço literário e a reflexão de Giorgio Agamben sobre a infância, o experimento da língua e a destruição da experiência, articulando-os com outros autores.
Abstract: The current dissertation follows the Reading and interpreting poetics line of research, intending to analyze the work of the poet from Mato Grosso, Manoel de Barros, under a poststructuralist theoretical perspective, with the purpose to identifying the child point of view, that no experiences has been accumulated yet, whereas as a means to increasing the word ability possibilities. Recurrently, the theme in case has been showed on Barros’s verses, thus there are the children’s behavior, vision and way of doing things in his poetic construction. Because of that, the expression of his poetry will figure as a usual return to the unformed beginning of life, the childhood. To elect this exposed theme, two theoretical lines had been chosen to connect the pieces that were doubtful observed on Manoel de Barros’s work: some literary space Maurice Blanchot’s considerations and Giorgio Agamben’s reflection about childhood, the language test and the experience destruction, becoming them linked with others writers.
Palavras-chave: Manoel de Barros
Pintura
Poesia
Infância
Manoel de Barros
Painting
Poetry
Childhood
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Centro-Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras (Mestrado)
Citação: Campos, Hélvio Henrique de. MANOEL DE BARROS: AS CORES DA INFÂNCIA. 2014. 99 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Letras - Mestrado) - Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava - PR.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/594
Data de defesa: 18-Mar-2014
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HELVIO HENRIQUE DE CAMPOS.pdfHÉLVIO HENRIQUE DE CAMPOS6,42 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.