???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/tede/43
Tipo do documento: Dissertação
Título: Colônias suábias em Guarapuava e o efeito discursivo da memória no espaço de imigração: entre a "Velha" e a "Nova" Pátria
Título(s) alternativo(s): SWABIAN COLONIES IN GUARAPUAVA: DISCURSIVES EFFECTS OF MEMORY IN THE IMMIGRATION`S SPACE: BETWEEN THE "OLD" AND "NEW" HOMELAND
Autor: Bernardim, Adriana Cristina 
Primeiro orientador: Venturini, Maria Cleci
Resumo: O objeto de estudo, em nossa investigação, é o discurso de imigração e os discursos que constituem e sustentam a formação social de Entre Rios, comunidade de imigrantes suábios, na região de Guarapuava, PR. O objetivo geral de nossas análises é a interpretação da constituição das colônias, por meio da "Velha" e da "Nova" Pátria, pelos lugares e instituições que sustentam o duplo em um mesmo lugar. Os objetivos específicos são: buscar pelos efeitos de sentidos que ressoam dos discursos da imigração suábia, que emanam do Museu Histórico de Entre Rios (doravante MH) e marcam o embate/encontro/desencontro entre a "Velha" e a "Nova" Pátria; estabelecer relação entre a `comunidade imaginada` de Entre Rios e Guarapuava para verificar se o lugar físico do sujeito constitui a identificação com a Pátria-Brasil; analisar o MH como lugar que interpreta e controla os sentidos em circulação no espaço de imigração, buscando o funcionamento da língua ensinada na escola, que circula nos monumentos, placas e mapa, sustentando/legitimando dois lugares/pátrias em um mesmo lugar. As questões de pesquisas decorrentes dos objetivos propostos e que serão respondidas ao longo dessa investigação são: 1) Como na/pela língua se constitui o discurso no espaço de imigração? 2) Quais memórias e espaços institucionais sustentam/ancoram a "Velha" Pátria no que é designado de "Nova" Pátria? 3) Que efeitos de sentidos instauram-se no embate/encontro/desencontro entre a "Velha" Pátria e a "Nova" Pátria? O fio condutor da investigação constitui-se, portanto, de discursos que emanam do MH, tendo em vista que ele interpreta e controla os sentidos em torno da imigração suábia. Os recortes efetivados atendem aos movimentos discursivos em torno da "Velha" e "Nova" Pátria. O trajeto de pesquisa iniciou-se com visitas ao espaço de imigração e ao MH. Este espaço despertou-nos mais atenção, como possível objeto de pesquisa, durante os festejos comemorativos dos 60 anos de imigração suábia em Entre Rios, em janeiro de 2012. Fizemos um rastreamento de referências bibliográficas sobre a AD e suas articulações com conceitos e noções que nos são caros, como: espaço urbano, patrimônio, arquivo, instituições, comunidades imaginadas, identidades, sujeitos, ideologia, memória, rememoração/comemoração, lugar de memória, pátria, nação, língua, espaço de enunciação, entre outros. Os discursos que circulam a partir do lugar institucional sustentam-se pela língua na história, pois é pelo MH que a memória discursiva materializa-se, instaurando formações discursivas constituidoras de efeitos de sentido de verdade e de objetividade, naturalizando ou não os discursos, pelos quais ele significa como vitrine da história e da memória que constituem o imaginário discursivo da imigração, ressoando efeitos de "Nova" Pátria. Os suábios são povos que viveram na região do rio Danúbio e que trouxeram na sua história uma itinerância instaurada pela busca de novas pátrias. A designação `povo suábio` sustenta-se pela referência à região povoada por eles: a antiga Suábia, às margens do Danúbio. Entretanto, esse povo estrutura-se por várias nações, tais como, a Iugoslávia, a Alemanha e a Áustria, compondo a formação étnica da `nova` pátria, que se constitui no entremeio, no jogo simbólico e político de um entre-lugar, que não é `novo` porque já se passaram mais de cinquenta anos, mas também não é `velho`. Assim, no entremeio do que é ser suábio ou brasileiro sustentamos as análises na disciplina Análise de Discurso, fundada por Michel Pêcheux, teoria que se constitui/funciona no entremeio e é herdeira de três eixos que a alicerçam: a linguística, o materialismo histórico e a psicanálise, buscando não os conteúdos dos discursos, mas o modo como os efeitos de sentidos desses discursos se constituem. Nossa pesquisa aponta para uma FD dominante, a da imigração suábia, que regula os discursos sócio-históricos e políticos do lugar Entre Rios.
Abstract: The object of study in our research is the discourse of immigration and the discourses that constitute and sustain the social formation in Entre Rios, a Swabian immigrants community, in Guarapuava, Pr. The general aim of our analysis is the interpretation of the colonies constitution, through the "Old" and the "New" Homeland, by the places and institutions that keep the double in the same space. The specific aims are: seeking for the effects of meanings that resonate from the Swabian immigration speeches that derive from the Historical Museum of Entre Rios (here as MH) and that mark the conflit/match/dismatch between the "Old" and "New" Homeland; establishing the relationship between the `imagined community` of Entre Rios and Guarapuava to verify if the physical location of the subject constitute the identification with the Homeland- Brazil; analyzing the museum as a place that interprets and controls the moving senses in the space of immigration, seeking for the functioning of the language taught at school, which circulates in the monuments, maps and signs, holding / legitimizing two places / homelands in one place. The research questions arising from the proposed objectives and that will be answered throughout this research are: 1) How, in/through language, is the discourse in the immigration place constituted? 2) Which institutional memories and spaces sustain the "Old" Homeland in what is named "New" Homeland? 3)What effects of meanings are present in the conflit/match/dismatch between the "Old" and the "New" Homeland? The conductor line of the research is formed, therefore, by discourses that emanate from the Historical Museum MH, considering that he interprets and controls the senses of what is referred to as "New" Homeland, from what presents itself as belonging to the "Old "Motherland. The fractions made meet the discursive movements around the "Old" and "New" Homeland and the research path began with visits to the area of immigration in question and to the MH. This space awakened us more attention as a possible object of research, during the celebrations of 60 years of the Swabian immigration Swabian in Entre Rios, in January 2012. We investigated bibliographic references about AD and its articulations with concepts and notions that are important to us, such as: urban space, heritage, archive, institutions, imagined communities, identities, subjects, ideology, memory, remembrance / celebration, a place of memory , country, nation, language, space of enunciation, among others. The discourses that circulate from the Historical Museum MH sustain themselves through language in history, because it is the museum that the discursive memory materializes, establishing discursive that make effects of truth and objectiveness meaning, naturalizing the speeches or not, by what it figures as a display, in which history and memory are the imaginary discourse of immigration, resonating effects of "New" Homeland. The Swabians are people who lived in the region of the Danube River and that brought in its history an itinerancy instituted by the search for new homelands. However, this people is structured by various nations such as Yugoslavia, Germany and Austria, arranging the ethnic formation of the `new` country, which is in-between, in the game of a symbolic and political between-place, which is not the `new` because more than fifty years have passed, but that is not the `old` one as well. So, in between of being Swabian or Brazilian we sustain the analyzes of the Discourse Analysis subject, which was founded by Michel Pecheux; that theory is also/ works in between and is heir to three axes that base itself: linguistics, historical materialism and psychoanalysis, seeking not for the contents of the speeches, but how the sense effects of these discourses constitute themselves. Our thesis leads to a dominant FD, the Swabian immigration one, which regulates the political and social-historical discourses in Entre Rios space.
Palavras-chave: Língua
História
Espaço de imigração
Memória
Patrimônio
Language
History
Immigration Space
Memory
Heritage
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras (Mestrado)
Citação: BERNARDIM, Adriana Cristina. SWABIAN COLONIES IN GUARAPUAVA: DISCURSIVES EFFECTS OF MEMORY IN THE IMMIGRATION`S SPACE: BETWEEN THE "OLD" AND "NEW" HOMELAND. 2013. 133 f. Dissertação (Mestrado em Inglês e Literatura Correspondente) - UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro Oeste, Guarapuava, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/43
Data de defesa: 1-Feb-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PR BERNARDIM, Adriana Cristina.pdf1,99 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.