???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/tede/409
Tipo do documento: Dissertação
Título: Diversidade genética em populações de Campomanesia xanthocarpa Berg. oriundas de fragmentos da Mata Atlântica
Título(s) alternativo(s): Genetic diversity in populations of Campomanesia xanthocarpa Berg. from Atlantic Forest fragments.
Autor: Silva, Lucas Fernando da 
Primeiro orientador: Silva, Paulo Roberto da
Primeiro coorientador: Watzlawick, Luciano Farinha
Resumo: A fragmentação florestal é uma realidade em todos os biomas florestais do mundo. Dentre os Biomas mais fragmentados está a Mata Atlântica. A espécie Campomanesia xanthocarpa Berg. (Myrtaceae) é nativa da Mata Atlântica, arbórea frutífera, com alta importância ecológica e com potencial na indústria cosmética e alimentícia. Estudos genéticos afim de verificar o efeito da fragmentação em populações deste espécie são escassos. Assim, este trabalho teve como objetivo determinar parâmetros genético-populacionais de três populações de C. xanthocarpa sendo uma população isolada (A) e duas interligadas por corredores de mata (B e C) e com base nos parâmetros determinados, estimar o efeito da fragmentação nas populações em estudo. Neste estudo foram utilizados seis marcadores moleculares ISSR (inter simple sequence repeat) e 13 SSR (simple sequence repeat). Para os marcadores SSR primeiramente foram feitos a análise de transferiblidade de primers de outras espécies da família Myrtaceae. Foram testados 21 pares de primers, destes 13 foram transferidos com sucesso para C. xanthocarpa. Para as análises moleculares foram utilizados o DNA de 20 árvores de cada população. Os primers ISSR geraram 64 locos polimórficos, enquanto que os 13 primers (locos) SSR geraram 46 alelos. A similaridade genética média entre as populações, estimada pelo coeficiente de Jaccard, foi de 42% e 41%, com ISSR e SSR, respectivamente. Estes valores indicam alta diversidade genética entre as populações. Os agrupamentos dos indivíduos e populações, feitos pelo método UPGMA com dados dos dois marcadores, baseados em coeficientes diferentes (Jaccard e Nei 1978), agruparam os indivíduos de acordo com a população a qual pertencem, com exceção do dendrograma baseado na similaridade com os dados SSR, isolou somente os indivíduos da população A. A distribuição gráfica dos indivíduos baseada no relacionamento genético entre eles apresentou resultado semelhante aos dendrogramas indicando robustez nas análises e reforçando a estruturação das populações. O teste de AMOVA realizado com os dados ISSR mostrou que a maior parte da variação genética está dentro das populações (67%). Os valores de Fst (0,33) e Gst (0,26) obtidos indicam alto nível de diferenciação genética entre as populações. Valores encontrados a partir dos dados SSR remetem a deficiência de heterozigotos considerando o conjunto das populações (Fit= 0,21) e também alto nível de diferenciação genética entre elas (Fst=0,19). Também foram estimados com os dados ISSRos valores de Ho=0,42 (Shannon-Weaver) e He=0,28 (Nei 1973). O número estimado de alelos (Na=1,84) com ISSR mostrou-se superior ao número efetivo de alelos (Ne=1,47), sendo suficiente para manter a atual heterozigosidade. Com os dados do marcador codominante, foi observado alta porcentagem de locos polimórficos (P=87,18%). A heterozigosidade média observada com os marcadores SSR entre as populações (Ho=0,46) mostrou-se muito próxima a esperada (He=0,47). Com os dados SSR foram encontrados cinco alelos exclusivos nas populações B e C e com os dados ISSR seis locos exclusivos foram observados na população B. Os resultados obtidos indicam que a população B (conectada com outros fragmentos) apresenta maior diversidade genética, enquanto que o contrário ocorre com a população A (isolada), e a população C valores intermediários. Os resultados sugerem também que, apesar de haver certa diversidade dentro das populações de C. xanthocarpa, está ocorrendo processo diferenciação genética entre elas, bem como há perda de variabilidade genética na população A, o que provavelmente é devido ao isolamento das populações condicionado pela fragmentação florestal.
Abstract: Forest fragmentation is a reality in all forest biomes of the world. Among the Biomes more fragmented is Atlantic Forest. The species Campomanesia xanthocarpa Berg. (Myrtaceae) is native to the Atlantic Forest, fruit tree, with high ecological importance and potential in the cosmetics and food industry. Genetic studies to verify the effect of fragmentation on populations of this species are lacking. This study aimed to determine population-genetic parameters of three populations of C. xanthocarpa being an isolated population (A) and two connected by corridors of forest (B and C) and based on determined parameters, estimate the effect of fragmentation on populations under study. This study used six ISSR (inter simple sequence repeat) markers and 13 SSR (simple sequence repeat) markers. For the SSR markers were first made transferability analysis of primers from other species from Myrtaceae family. We tested 21 primer pairs, these 13 were successfully transferred to C. xanthocarpa. For molecular analyzes were used DNA from 20 trees per population. The ISSR primers generated 64 polymorphic loci, whereas the 13 primers (loci) generated 46 SSR alleles. The average genetic similarity between populations, estimated by Jaccard coefficient was 42% and 41%, with ISSR and SSR, respectively. These values indicate high genetic diversity among populations. The groupings of individuals and populations, made by UPGMA method with data from the two markers, based on different coefficients (Jaccard and Nei 1978), grouped individuals according to the population to which they belong, with the exception of the dendrogram based on similarity with the data SSR, only isolated individuals from the population A. The graphical distribution of individuals based on genetic relationships among them and dendrograms showed similar results indicating robustness in the analysis and reinforcing the structure of populations. The test performed with AMOVA based on ISSR data showed that most of the genetic variation is into populations (67%). Fst values (0.33) and Gst (0.26) show a high level of genetic differentiation between populations. Values found whit the SSR data refer heterozygotes deficiency considering all populations (Fit = 0.21) and also a high level of genetic differentiation between them (Fst = 0.19). Were also estimated with ISSR data the values of Ho = 0.42 (Shannon-Weaver) and He = 0.28 (Nei 1973). The estimated number of alleles (Na = 1.84) with ISSR was superior to the effective number of alleles (Ne = 1.47), being sufficient to maintain the current heterozygosity. With data from codominant marker was observed high percentage of polymorphic loci (P = 87.18%). The average observed heterozygosity with SSR markers among populations (Ho = 0.46) was very close to the expected (He = 0.47). With the SSR data were found five unique alleles in populations B and C and with data ISSR six exclusive loci were observed in the population B. The results indicate that the population B (connected with other fragments) shows greater genetic diversity, while the opposite occurs with the population A (isolated), and population C show intermediate values. The results also suggest that, although there is some diversity in populations of C. xanthocarpa, is occurring genetic differentiation between them, and loss of genetic variability in the population A, which is probably due to the isolation of populations conditioned by forest fragmentation.
Palavras-chave: Guaviroveira
Fragmentação de habitat
Genética de populações
Conservação
Marcadores moleculares
Guaviroveira
Habitat fragmentation
Population genetics
Conservation
Molecular markers
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
Idioma: por
País: BR
Instituição: UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Biologia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva (Mestrado)
Citação: SILVA, Lucas Fernando da. Genetic diversity in populations of Campomanesia xanthocarpa Berg. from Atlantic Forest fragments.. 2012. 69 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Evolutiva) - UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro Oeste, Guarapuava, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/409
Data de defesa: 20-Dec-2012
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PR LUCAS FERNANDO DA SILVA.pdf917,74 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.