???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/tede/261
Tipo do documento: Dissertação
Título: COLÔNIA BELLA VISTA: UM ESPAÇO CONSTRUÍDO PELAS PRÁTICAS SOCIAIS DOS IMIGRANTES ITALIANOS EM IMBITUVA/PR
Título(s) alternativo(s): não consta
Autor: Stadler, Cleusi Teresinha Bobato 
Primeiro orientador: Schneider, Claércio Ivan
Resumo: A Colônia Bella Vista localiza-se no município de Imbituva/Pr. Sua formação ocorreu no ano de 1896 pelos imigrantes italianos que emigraram da região do Vêneto-Itália, para as colônias ao redor de Curitiba e depois para Imbituva. Bella Vista é uma colônia caracterizada pela presença de descendentes de italianos que construíram uma simbologia e identidade através de suas práticas cotidianas. Utilizando-se do referencial teórico de Pierre Boudieu (habitus) e Michel de Certeau (espaço praticado), o objetivo desta dissertação é compreender a formação da Colônia Bella Vista, no contexto da Imigração Italiana, destacando o cotidiano da colônia, a alimentação, práticas agrícolas, moradias, religiosidade, festividades, casamentos e como esses aspectos se ligam aos processos de formação social e identitário de seus descendentes em Imbituva. Para alcançar esse objetivo foi utilizado a História Oral como principal metodologia, bem como, documentos oficiais e análise de fotografias, para compreender a formação da colônia, como eram preparados alguns pratos da culinária italiana com destaque para a polenta, como eram construídas suas casas, de que forma preparavam a terra e cultivavam a uva para o preparo do vinho, quais as festas religiosas que realizavam e como eram os casamentos entre as famílias italianas. Com os resultados obtidos, nota-se que as práticas cotidianas nas famílias dos descendentes contribuíram e ainda contribuem na formação da identidade da colônia, bem como revelam marcas da identidade italiana (italianidade). Destaca-se que essas práticas do cotidiano dos imigrantes italianos se reelaboraram, construindo assim, identidades e tradições em seus descendentes e, portanto devem ser relatadas, valorizando suas histórias que expressam através da história oral valores e experiências sociais no tempo e no espaço.
Abstract: The Bella Vista Colony is located in Imbituva / Pr. Its formation took place in 1896, by Italian immigrants who emigrated from the Veneto region, Italy, to the colonies around Curitiba and then to Imbituva. Bella Vista is a colony characterized by Italian descent who built a symbology and an identity through their daily practices. Using the theoretical referential of Pierre Bourdieu (habitus) and Michel de Certeau (practice space), the objective of this dissertation is to understand the formation of Bella Vista colony, in the context of Italian Immigration, highlighting the daily life of the colony, food, farming practices, homes, religion, festivities, weddings and how these aspects bind to the social formation processes and the identities of their descendants in Imbituva. To achieve this objective it was used the oral history as the main methodology, as well as , official documents and photographs analysis to understand the formation of the Colony and TIRAR( through oral story we try to understand) how the Italian cuisines were prepared with emphasis on polenta, how they used to build their houses, how they used to prepare the land and grew grapes for the preparation of wine, which religious festivities they were used to celebrate and how they used to celebrate the marriages between Italian families. With the results, we note that the daily practices in families of descendants contributed and they continue to contribute in the formation of the colony identity, as well they show marks of Italian (Italianity). We highlight that these everyday practices of Italian immigrants were remade, constructing so their descendants identities and traditions that must be related, (identities and therefore the must be reported,) valuing their histories that express through the oral history their values and social experiences in time and space.
Palavras-chave: Imigração Italiana
Colônia Bella Vista
Práticas Cotidianas
Memória
Italian Immigration
Bella Vista Colony
Daily Practices
Memory
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS
CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de História
Programa: Programa de Pós-Graduação em História (Mestrado)
Citação: STADLER, Cleusi Teresinha Bobato. COLÔNIA BELLA VISTA: UM ESPAÇO CONSTRUÍDO PELAS PRÁTICAS SOCIAIS DOS IMIGRANTES ITALIANOS EM IMBITUVA/PR. 2015. 195 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em História - Mestrado) - Universidade Estadual do Centro Oeste, Irati, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/261
Data de defesa: 24-Jul-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PR CLEUSI TERESINHA BOBATO STADLER.pdf4,11 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.