???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/tede/247
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorBernardi, Luana-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/3447954001190315por
dc.contributor.advisor1Novello, Daiana-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1756064975510727por
dc.contributor.advisor-co1Menon, Mário Umberto-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4983553466998951por
dc.date.accessioned2016-09-20T12:13:07Z-
dc.date.available2016-06-29-
dc.date.issued2016-05-12-
dc.identifier.citationBERNARDI, Luana. ASSOCIAÇÕES ENTRE O ESTADO NUTRICIONAL E CONDIÇÕES DEMOGRÁFICAS, SOCIOECONÔMICAS, ALIMENTARES E DE ATIVIDADE FÍSICA DE CRIANÇAS. 2016. 104 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Comunitário - Mestrado Interdisciplinar) - Universidade Estadual do Centro Oeste, Irati-PR.por
dc.identifier.urihttp://localhost:8080/tede/handle/tede/247-
dc.description.resumoO estado nutricional exerce forte influência sobre a morbimortalidade infantil. Assim, avaliações nutricionais periódicas devem ser realizadas, possibilitando a análise das condições de saúde e nutrição de crianças. O objetivo da pesquisa foi avaliar aspectos demográficos, socioeconômicos, nutricionais e de atividade física e suas relações com o estado nutricional de escolares de Guarapuava, PR. Foram avaliados dados demográficos e socioeconômicos da família e informações relativas ao estado nutricional, consumo alimentar e conhecimentos em nutrição, bem como a prática de atividade física de 552 escolares com idade entre 7 a 9 anos de idade de 16 escolas públicas municipais. A avaliação nutricional foi realizada por meio dos indicadores antropométricos índice de massa corporal para idade (IMC/I), peso para idade (P/I) e estatura para idade (E/I). Foram utilizados os testes de Qui-quadrado e exato de Fisher, além de regressão logística para avaliar a associação das variáveis com o estado nutricional. Observou-se elevada frequência de excesso de peso, tanto pelo IMC/I (40,6%) como pelo P/I (19,4%), contudo poucas crianças apresentaram baixo peso (1,10% - IMC/I e 1,8% - P/I). A maioria das crianças apresentaram E/I adequada (97,3%). No índice IMC/I, o baixo peso esteve associado às crianças com responsáveis com idade > 40 anos (OR=0,09). Para avaliação do P/I, maiores prevalências de baixo peso para idade foram verificadas nas crianças que não gostam de atividade física (10%, OR=86,03), com responsáveis sem vínculo empregatício (20%, OR=11,97), que residem na área rural (20%) e que não tem celular na residência (20%, OR=0,09). Já o excesso de peso, mostrou-se mais prevalente nas crianças com responsáveis com ensino fundamental completo ou incompleto (43%, OR=2,25) e menos predomínio naquelas residentes na zona rural (0,9%, OR=0,05). A baixa E/I apresentou maior prevalência em crianças que tinham responsáveis solteiros (73,3%, OR=6,78) e que não possuem televisão (13,3%, OR=5,63), computador/ tablet/ iPad (60%) e celular (26,7%, OR=8,14) na residência. Os meninos tiveram menor prevalência de baixa E/I (26,7%, OR=0,21), enquanto as crianças com responsáveis sem vínculo empregatício apresentam maiores chances (OR=7,82) de baixa E/I. Conclui-se que a população investigada apresenta alta prevalência de excesso de peso. Além disso, os fatores demográficos e socioeconômicos são os que mais influenciam o estado nutricional das crianças, evidenciando também a interferência das condições relacionadas ao ambiente familiar e dos responsáveis pelas crianças.por
dc.description.abstractThe nutritional state exerts strong influence on infant morbimortality. Thus, periodic nutritional evaluations must be performed, making the analysis of health and nutrition conditions of children possible. The objective of the research was to evaluate demographic, socioeconomic, nutritional and of physical activity aspects and their relationship with the nutritional state of students of Guarapuava, PR. It was analyzed the demographic and socioeconomic data of the family and information relative to the nutritional state, dietary intake and nutritional knowledge, as well as the practice of physical activity of 552 students between the ages of 7 to 9 years old of 16 municipal public schools. The nutritional evaluation was performed by means of anthropometric indicators corporal mass index for age (CMI/A), weight for age (W/A) and stature for age (S/A). Qui-square and Fisher`s exact tests were used, besides logistic regression to evaluate the association of the variables with the nutritional state.A high frequency of weight excess was observed, both by CMI/A (40.6%) and by W/A (19.4%), however, few children presented low weight (1.10% - CMI/A and 1.8% - W/A). The majority of the children presented suitable S/A (97.3%). On the CMI/A index, the low weight was associated with children with accountable parents with the age higher than 40 years old (OR=0.09). For the W/A evaluation, major prevalence of low weight for age was verified in children that do not like physical activity (10%, OR=86.03), with accountable parents with no employment relationship (20%, OR=11.97), that inhabit the rural area (20%) and that do not have cell phones at home (20%, OR=0.09). The weight excess proved to be more prevalent in children with accountable parents with complete or incomplete basic education (43%, OR=2.25) and less predominance in rural zone residents (0.9%, OR=0.05). The low S/A showed major prevalence in children that had single accountable parents (73.3%, OR=6.78) and that did not own a television (13.3%, OR=5.63), a computer/ tablet/ iPad (60%) and a cell phone (26.7%, OR=8.14) at home. Boys had lower prevalence of low S/A (26.7%, OR=0.21), while children with accountable parents without employment relationship presented higher chances (OR=7.82) of low S/A. It follows that the investigated population presents high prevalence of weight excess. Moreover, the demographic and socioeconomic factors are the ones that most influence the nutritional state of children, revealing, as well, the interference of conditions related to the family environment and of the accountable for the children.eng
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2016-09-20T12:13:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 PR 046 Luana Bernardi.pdf: 2221073 bytes, checksum: 87fc7f0c434cde1b367268aa77d05451 (MD5) Previous issue date: 2016-05-12eng
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES-
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://localhost:8080/tede/retrieve/862/PR%20046%20Luana%20Bernardi.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherUNICENTRO - Universidade Estadual do Centro Oestepor
dc.publisher.departmentUnicentro::Departamento de Saúde de Iratipor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsUNICENTROpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Desenvolvimento Comunitário (Mestrado Interdisciplinar)por
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectCriançapor
dc.subjectEstado nutricionalpor
dc.subjectFatores de riscopor
dc.subjectChildeng
dc.subjectNutritional statuseng
dc.subjectRisk factorseng
dc.subject.cnpqCIENCIAS HUMANASpor
dc.subject.cnpqCIENCIAS SOCIAIS APLICADASpor
dc.titleASSOCIAÇÕES ENTRE O ESTADO NUTRICIONAL E CONDIÇÕES DEMOGRÁFICAS, SOCIOECONÔMICAS, ALIMENTARES E DE ATIVIDADE FÍSICA DE CRIANÇASpor
dc.title.alternativenão constaeng
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Desenvolvimento Comunitário

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PR 046 Luana Bernardi.pdf2,17 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.