???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/tede/190
Tipo do documento: Dissertação
Título: PRODUÇÃO DE BIOMASSA E QUANTIFICAÇÃO DE NUTRIENTES EM Eucalyptus benthamii Maiden et Cambage SOB DIFERENTES DENSIDADES DE PLANTIO
Título(s) alternativo(s): Biomass production and Quantification of nutrients in Eucalyptus benthamii Maiden et Cambage Under Different Planting Densities
Autor: Silva, Saulo Vinicius Küster da 
Primeiro orientador: Watzlawick, Luciano Farinha
Resumo: Este trabalho teve por objetivo avaliar a produção de biomassa acima do solo, o conteúdo e a alocação de nutrientes em árvores de Eucalyptus benthamii sob quatro diferentes densidades de plantio aos seis anos de idade. Para tanto, foi instalado um plantio experimental com delineamento em blocos ao acaso, com os espaçamentos de plantio 3x2, 3x3, 4x3 e 4x4, com quatro repetições compostas por 20 árvores cada. Foram selecionadas árvores em todas as classes de diâmetro para determinação da altura, biomassa total e dos compartimentos madeira, casca, galhos e folhas. Posteriormente, amostras foram retiradas para se obter a biomassa seca em cada compartimento. Para a determinação do teor de nutrientes nos diferentes compartimentos das árvores, foram utilizadas somente amostras da árvore mediana das cinco classes de maior frequência em cada tratamento. A maior produção de biomassa seca total foi encontrado no tratamento 1, que corresponde ao espaçamento 3x2, com 184,2 Mg ha?¹, seguido dos tratamentos 2 (3x3), 3 (4x3) e 4 (4x4), com 147,3, 133,5 e 109,3 Mg ha?¹. Em média, a madeira contribuiu com 75,2% da biomassa seca total, seguida da casca com 13,1%, dos galhos com 7,4% e das folhas com 4,3%. No entanto, a biomassa da madeira e da casca teve uma tendência a diminuir a sua contribuição em relação à biomassa total à medida que espaçamento aumenta. O inverso acontece com os compartimentos galhos e folhas, em razão dos espaçamentos mais amplos permitirem um maior desenvolvimento da copa das árvores. Os tratamentos não interferiam significativamente na concentração de macronutrientes e micronutrientes em nenhum dos compartimentos. Foi encontrada a seguinte ordem decrescente de concentração para macronutrientes: Ca > N > K > Mg > S > P. Já para micronutrientes a ordem foi: Mn > Fe > Zn > Cu > B. Com relação ao conteúdo armazenado pela biomassa total acima do solo, os macronutrientes apresentaram a ordem decrescente: N > Ca > K > P > Mg > S; distribuídos desta maneira pelos compartimentos: madeira > casca > folhas > galhos. Para micronutrientes a ordem decrescente foi: Mn > Fe > Zn > Cu > B, com a seguinte ordem de distribuição pelos compartimentos: casca > madeira > folhas > galhos.
Abstract: This study aimed to evaluate the production of aboveground biomass, the content and the allocation of nutrients in Eucalyptus benthamii trees, under four different planting densities, at six years of age. Thus, it was placed experimental planting design in randomized blocks, with the planting spacing 3x2, 3x3, 4x3 and 4x4, with four replications composed of 20 trees each. Trees were selected in all diameter classes to determine the height, total biomass and wood compartments, bark, branches and leaves. Subsequently, samples were taken to obtain the dry weight in each compartment. To determine the nutrient content in different compartments of the trees, samples were used from the median tree of the five most frequent class in each treatment. The higher total dry matter was found in treatment 1, which corresponds to the spacing 3x2 with 184.2 Mg ha?¹, followed by treatments 2 (3x3), 3 (4x3) and 4 (4x4) with 147.3 , 133.5 and 109.3 Mg ha?¹. On average, the timber contributed 75.2% of the total biomass, followed by peeling to 13.1%, with 7.4% of the branches and leaves to 4.3%. However, the biomass of wood and bark had a tendency to decrease its contribution to total biomass as spacing increases. The reverse happens with compartments branches and leaves, due to the wider spacing that allows further development of the treetops. The treatments did not significantly interfere in the concentration of macronutrients and micronutrients in any of the compartments. It was found the following descending order in concentration of macronutrients: Ca> N> K> Mg> S> P. As for micronutrients, the order was: Mn> Fe> Zn> Cu> B. With regard to the content stored by the total biomass above soil, the macronutrients were presented in descending order: N> Ca> K> P> Mg> S and distributed in this way by compartments: wood> bark> leaves> branches. For micronutrients, the descending order was: Mn> Fe> Zn> Cu> B, with the following order of distribution by compartments: bark> wood> leaves> branches.
Palavras-chave: Espaçamento de plantio
biomassa acima do solo
compartimentos
planting spacing
aboveground biomass
compartments
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Agronomia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Mestrado)
Citação: SILVA, Saulo Vinicius Küster da. Biomass production and Quantification of nutrients in Eucalyptus benthamii Maiden et Cambage Under Different Planting Densities. 2015. 89 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro Oeste, Guarapuava, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/190
Data de defesa: 24-Feb-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PR SAULO VINICIUS KUSTER DA SILVA.pdf1,45 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.