???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/tede/153
Tipo do documento: Dissertação
Título: EFEITO DA QUITOSANA NO CONTROLE DE DOENÇAS E NO DESENVOLVIMENTO DE PLÂNTULAS DE VIDEIRA (Vitis vinifera).
Autor: Maia, Aline José 
Primeiro orientador: Botelho, Renato Vasconcelos
Primeiro coorientador: Faria, Cacilda Márcia Duarte Rios
Resumo: Este trabalho teve por objetivo avaliar diferentes concentra��es de quitosana no controle de doen�as f�ngicas e no desenvolvimento vegetativo de pl�ntulas de videira das cvs. Cabernet Sauvignon e Merlot. Os experimentos foram realizados no Departamento de Agronomia da Universidade Estadual do Centro Oeste - Campus CEDETEG, Guarapuava- PR. No experimento instalado no ano de 2007, as estacas foram plantadas em vasos de pl�stico r�gido, tendo como substrato areia e mantidas em casa de vegeta��o sob sistema de nebuliza��o. Ap�s 60 dias deu-se inicio as aplica��es de quitosana, nas doses de 0; 20; 40 e 80 mg L?� em intervalos de 12 dias. As plantas foram inoculadas com suspens�o de esporos de Plasmopora viticola na quantidade de 1x106 espor�ngios mL?� sete dias ap�s a nona aplica��o de quitosana. Com o aparecimento dos primeiros sintomas, a severidade do m�ldio foi avaliada em 8 folhas por planta, previamente identificadas, utilizando-se uma escala com notas de uma doze que corresponde de 0 % a 100 % da �rea foliar lesionada. A avalia��o foi realizada aos 28 dias ap�s a inocula��o. Houve efeito linear negativo em fun��o das doses de quitosana para a cv. Cabernet Sauvignon. O decr�scimo observado foi de 76,8 % na dose de 80 mg L?�). Para os ensaios realizados no ano seguinte utilizou estacas pr�-enraizadas plantadas em vasos contendo como substrato areia e Plantmax�, e a cada sete dias foram pulverizadas com solu��es aquosas nas seguintes concentra��es de quitosana: 0, 20, 40, 80 e 160 mg L?�. Metade do n�mero total de plantas foi inoculada com suspens�o de esporos de P. viticola, 48 horas ap�s a segunda aplica��o de quitosana. Com o in�cio dos primeiros sintomas, ap�s dez dias de inocula��o, avalia��es da severidade foram realizadas a cada dois dias. A quitosana a 160 mg L?� reduziu a severidade do m�ldio em 70,2% e 79,1% nas cultivares Merlot e Cabernet Sauvignon, respectivamente. Para o grupo de plantas que n�o foi inoculado, ap�s 60 dias em casa de vegeta��o, foi avaliada a vari�vel massa de ra�zes e folhas secas, comprimento m�dio de ra�zes e �rea foliar. N�o houve diferen�a significativa entre os tratamentos no desenvolvimento de plantas. Outros experimentos, in vitro, e em condi��es de campo foram realizados com as mesmas concentra��es de quitosana. O teste de crescimento micelial foi realizado para os fungos fitopatog�nicos Elsinoe ampelina, Botryosphaeria sp. e Glomerella cingulata e o teste de germina��o para Elsinoe ampelina e Plasmopara viticola. Verificou-se redu��o no crescimento micelial de E. ampelina. A maior dose de 160 mg L?� reduziu em 57% o desenvolvimento do fungo, 192 horas ap�s incuba��o. Para os pat�genos Botryosphaeria sp. e G. cingulata, houve redu��o no desenvolvimento do fungo em 30 e 40 %, ap�s 48 horas de incuba��o, respectivamente na mesma concentra��o. Nos testes de germina��o, a dose de 160 mg L?� de quitosana reduziu a germina��o de esporos de E. ampelina em aproximadamente 98 % e 60 % para P. viticola, n�o diferindo dos tratamentos com calda bordalesa e mancozeb. Nos ensaios a campo as doses de quitosana a 80 e 160 mg L?� mostraram um decr�scimo na severidade de antracnose entre 93 e 81%. Para o m�ldio, a concentra��o de 160 mg L?� reduziu em aproximadamente 81% a severidade da doen�a. Conclui-se que a quitosana tem potencial no controle de doen�as f�ngicas da videira.
Palavras-chave: agroecologia, controle alternativo, uva, fitopatologia
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Agronomia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Mestrado)
Citação: MAIA, Aline José. EFEITO DA QUITOSANA NO CONTROLE DE DOEN�AS E NO DESENVOLVIMENTO DE PL�NTULAS DE VIDEIRA (Vitis vinifera).. 2009. 68 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro Oeste, Guarapuava, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://localhost:8080/tede/handle/tede/153
Data de defesa: 15-Oct-2009
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PR Aline Jose Maia.pdf1,49 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.