???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/943
Tipo do documento: Dissertação
Título: ÁCIDO SALICÍLICO COMO INDUTOR DE RESISTÊNCIA AO Tetranychus urticae (Koch) E Helicoverpa armigera EM CULTIVARES DE MORANGUEIRO
Título(s) alternativo(s): Salicylic Acid as inductor of resistance to Tetranychus urticae (koch) and Helicoverpa armigera in strawberry
Autor: Favaro, Renata 
Primeiro orientador: Resende, Juliano Tadeu Vilela de
Primeiro coorientador: Morales, Rafael Gustavo Ferreira
Resumo: No presente trabalho, objetivou-se avaliar o efeito do ácido salicílico na indução de resistência ao ácaro rajado e a Helicovera armigera. Para além disso, foram avaliadas a densidade de tricomas e a fluorescência, em cultivares de morangueiro. As cultivares avaliadas foram Aromas e Sweet Charlie. Foram utilizadas cinco doses de ácido salicílico (AS) (0, 25, 50, 75, 100 mg L-1). Para verificar efeitos de antixenose e antibiose, ácaros foram submetidos aos testes com e sem chance de escolha, onde foram avaliadas a sobrevivência e a oviposição. Foram analisados a densidade e o tipo de tricomas foliares nas faces abaxial e adaxial dos folíolos das cultivares de morangueiro. Foi avaliado o efeito do AS na biologia da H. armigera. Para além disso, foram avaliadas a fluorescência das plantas sob os tratamentos e sua relação com o nível de estresse. Nos testes sem chance de escolha ao ácaro rajado, houve redução da sobrevivência nas doses intermediárias de ácido salicílico 25, 50 e 75mg L-1, em ambas as cultivares. Para o número de ovos depositados sobre folíolo, verificou-se efeito significativo de dose, com ajuste quadrático da equação. A cultivar Sweet Charlie, foi mais efetiva que a Aromas na redução da oviposição e na sobrevivência dos ácaros sobre os folíolos tratados com o indutor de resistência. Para biologia da Helicoverpa armigera, notou-se uma redução no ciclo de vida, no peso e no comprimento das larvas, nas doses 25 e 50 mgL-1. No teste com a fluorescência monitorando a capacidade fotossintética detectou-se efeitos de estresse e injúrias, onde a dose 100 mgL-1, proporcionou maior estresse nas plantas em relação as demais. O teor de AS interferiu na morfologia da planta, mediante alteração na densidade de tricomas glandulares e tectores nos folíolos, demonstrando ter efeito positivo no aumento dessas estruturas, quando aplicadas doses intermediárias. Concentrações de 25, 50 e 75 mg L-1 AS foram as mais eficientes para as características avaliadas permitido inferir o seu potencial como indutor de resistência em artrópodos-praga em morangueiro.
Abstract: This work aimed to evaluate the effect of salicylic acid on induction of resistance to spider mite (Tetranychus urticae (Koch) and Helicoverpa armigera. The density of trichomes and fluorescence were evaluated in strawberry cultivars. The evaluated cultivars were Aromas and Sweet Charlie. Five doses of salicylic acid (AS) (0, 25, 50, 75, 100 mg L-1) were used. To verify the effects of antixenosis and antibiosis, mites were submitted to the with and without choice test, where survival and oviposition were evaluated. The density and type of leaf trichomes were analyzed in the abaxial and adaxial faces of the leaflets of the strawberry cultivars. The effect of AS on the biology of H. armigera was evaluated. In addition, the fluorescence of the plants under the treatments and their relation with the level of stress was measured. In the without choice test, the survival mites rates were reduced of the intermediate doses of salicylic acid 25, 50 and 75mg L-1 in both cultivars. For the number of eggs deposited on leaflet, there was a significant dose effect, with a quadratic adjustment of the equation, where the Sweet Charlie cultivar was more effective than Aromas in reducing oviposition and mite survival on leaflets treated with resistance inducer. For the biology of H. armigera, a reduction in the life cycle in weight and length was observed at doses 25 and 50 mgL-1. In the fluorescence test monitoring the photosynthetic capacity, stress and injury effects were detected, where the 100 mgL-1 dose provided higher stress in the plants compared to the others. The AS doses interfered in plant morphology by altering the density of glandular trichomes and tectors in the leaflets, showing a positive effect on the increase of these structures when intermediate doses were applied. Concentrations of 25, 50 and 75 mg L-1 AS were the most efficient for the evaluated characteristics allowed to infer its potential as inducer of resistance in arthropod-pest in strawberry.
Palavras-chave: Fragaria x ananassa
tricomas foliares
fluorescência
Tetranychus urticae
Fragaria x ananassa
leaf trichomes
fluorescence
Tetranychus urticae
Área(s) do CNPq: CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
CIENCIAS AGRARIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Centro-Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Agronomia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Mestrado)
Citação: Favaro, Renata. ÁCIDO SALICÍLICO COMO INDUTOR DE RESISTÊNCIA AO Tetranychus urticae (Koch) E Helicoverpa armigera EM CULTIVARES DE MORANGUEIRO. 2017. 67 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Agronomia - Mestrado) - Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava - PR.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/943
Data de defesa: 17-Feb-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Agronomia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao_final_renata_favaro....pdfRENATA FAVARO1,82 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.