???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/806
Tipo do documento: Dissertação
Título: COMPREENSÃO LEITORA E A GERAÇÃO DE INFERÊNCIAS EM LÍNGUA ESTRANGEIRA: LEITURA NO PAPEL X LEITURA NA TELA DIGITAL
Título(s) alternativo(s): Reading comprehension and the generation of inferences in foreign language: reading on paper x reading on digital screen
Autor: SCHINEMANN, JULIANA 
Primeiro orientador: Baretta, Luciane
Resumo: Resumo: No encalço da psicolinguística, a investigação da geração de inferências na compreensão leitora é considerada bastante recente, entretanto, já são vários os estudos que se ocupam desse processo. Porém, isso não indica que as possibilidades de estudo nesta área estejam esgotadas. Prova disso é a presente pesquisa, de caráter qualitativo e quantitativo, que verificou as diferenças no processo de compreensão leitora perante a leitura de textos em Língua Inglesa (LI) em dois diferentes suportes: papel e tela digital. Os participantes deste estudo, realizado em outubro de 2016, foram cinco estudantes universitários, proficientes em LI, do 2º ao 4º ano de Letras Inglês de uma universidade pública do interior do Paraná. A fim de alcançarmos nosso objetivo, utilizamos, em nossa coleta de dados, um texto argumentativo para a leitura no papel e um texto expositivo para a leitura na tela digital. Os diferentes tipos textuais foram escolhidos para que pudéssemos verificar, baseando-nos no estudo de Caldart (2012), se os tipos textuais exercem influência no processo inferencial. Amparando-nos no estudo de Baretta (1998), utilizamos os protocolos verbais de pausa de Cavalcanti (1987; 1989), adaptados por Tomitch (1995), os quais consistem em realizar a leitura, verbalizando tudo o que temos em mente. Tais protocolos, após transcritos, nos possibilitaram averiguar o papel da geração de inferências online (realizadas durante a leitura) na compreensão. Triangulamos os dados oriundos dos protocolos com as respostas dos participantes a questionários de compreensão, retrospectivo e de perfil do leitor, a fim de confirmarmos ou refutarmos nossas hipóteses e observamos que nossos dados remetem a diferenças mínimas no processo inferencial dos envolvidos, não estando estas exatamente relacionadas ao suporte, devido ao comportamento dos leitores enquanto liam no suporte digital. Assim, corroborando com o estudo de Caldart (2012), observamos que o que pode ter influenciado na geração de inferências dos participantes, foram os diferentes tipos de textos utilizados. Ademais, verificamos que o participante que mais gerou inferências durante as leituras não obteve os escores mais altos nos testes de compreensão, bem como o participante que menos inferiu não obteve os escores mais baixos. Percebemos que outros processos, como as inferências geradas off-line (realizadas após a leitura), podem ter influenciado na compreensão dos participantes, o que não confere a nossa pesquisa resultados conclusivos, mas sim, provocações para novos estudos.
Abstract: Abstract: Within the perspective of Psycholinguistics studies, the investigation of inference generation in reading comprehension is considered rather recent. Even though there are several studies which investigate inference generation, this does not indicate that the possibilities of research in this area are done. The proof is the present research, of qualitative and quantitative nature, which verifyed the differences in the process of reading comprehension of texts in English in two different modes of presentation: paper and digital screen. The participants in this study, carried out in October, 2016, were five undergraduate proficient English students, from 2nd to 4th grade in the English major, of a public university located in the central-south region of Paraná. In order to accomplish our main goal, an argumentative text was read on paper and an expository text was read on digital screen. The different text types have been chosen in order to verify whether the text types influence (CALDART, 2012) the inference making process. Considering the study of Baretta (2008), the pause protocols (CAVALCANTI, 1987; 1989) – which consist of verbalizing everything that comes to our minds while reading – were used, in the version adapted by Tomitch (1995). After being transcribed the pause protocol reports made it possible to ascertain the role of online inference generation in reading. We triangulated the data from the pause protocols with the participants‘answers to comprehension questions, retrospective questionnaire and reader‘s profile, so as to confirm or refute our hypothesis. We observed that our data indicates subtle differences in the inferential process not being those exactly related to the modes of presentation, but due to the (unexpected) behavior of the readers while reading in the digital support. Thus, corroborating the study of Caldart (2012), we observed that what may have influenced the inference generation of the participants, was the different text types used. Furthermore, we found that the participant who generated the most inferences during reading did not obtain the highest scores in the comprehension tests, as well as the participant who infered the least did not obtain the lowest ones, as hipothesised. We also noted that other processes, such as off-line inferences, may have influenced the comprehension of the five participants, a fact that does not bring clear results to our research, but possibilities for further research.
Palavras-chave: Leitura. Compreensão
Multiletramentos
Geração de inferências
Reading
Multiliteracies
Inference generation
Comprehension
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Centro-Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras (Mestrado)
Citação: SCHINEMANN, JULIANA. COMPREENSÃO LEITORA E A GERAÇÃO DE INFERÊNCIAS EM LÍNGUA ESTRANGEIRA: LEITURA NO PAPEL X LEITURA NA TELA DIGITAL. 2017. 175 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Letras - Mestrado) - Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava - PR.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/806
Data de defesa: 17-Feb-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Juliana Schinemann.pdfJULIANA SCHINEMANN1,68 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.