???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/725
Tipo do documento: Dissertação
Título: DIVERSIDADE E ESTRUTURA GENÉTICA DE POPULAÇÕES DE Psidium guajava L. (MYRTACEAE) ORIUNDAS DO BRASIL E DO MÉXICO
Título(s) alternativo(s): Diversity and genetic structure of populations of Psidium guajava L. (Myrtaceae) from Brazil and Mexico
Autor: DÍAZ-CRUZ, JESÚS ALBERTO 
Primeiro orientador: Silva, Paulo Roberto da
Resumo: A goiabeira (Psidium guajava L.) é uma árvore frutífera tropical de elevada importância econômica, por ser amplamente comercializada. A espécie também oferece alimento e refugio a vários tipos de animais. Ainda, por suas características de rápido desenvolvimento, a goiabeira é utilizada para a recuperação de florestas desmatadas e manutenção de corredores ecológicos. Apesar desta importância, não é conhecido o centro de origem e/ou diversidade da espécie, e esta informação é importante para sua conservação e/ou melhoramento. Até o momento não foram realizados estudos de genética populacional da goiabeira silvestre considerando uma ampla área geográfica. Neste sentido, o objetivo deste trabalho foi o estudo da diversidade e estrutura genética de populações de goiabeira coletadas no Brasil e no México entre as latitudes -27° a +16°. Para as análises moleculares foram utilizadas nove populações de goiabeira (seis do Brasil e três do México), de cada população foram coletados em torno de 32 indivíduos e avaliados utilizando 12 loci microssatélites. Foram obtidos 44 alelos com média de 3,66 alelos por locus. Foram encontrados três loci exclusivos nas populações do México e somente um locus exclusivo para as populações do Brasil. Em torno de 76% dos loci apresentara-se em desequilíbrio de Hardy-Weinberg. O índice de diversidade de Shannon foi baixo em todas as populações e também para a espécie (H' = 0,557). Os valores de heterozigosidade observada (Ho) e esperada (He) também foram baixos (Ho = 0,105 e He = 0,337). O índice de fixação foi alto (0,668) e o fluxo gênico baixo (nm = 0,495). A He apresentou uma forte correlação (r = -0,90) com a latitude de cada população do Brasil. O teste de Mantel não apresentou correlação entre distância genética e geográfica. A variância molecular entre populações foi de 34%, e de 52% entre indivíduos. Vinte e três componentes explicaram 89.4% da variação genética dos indivíduos das nove populações. As populações apresentaram nível alto de diferenciação genética (FST=0,336; DST=0,346). O agrupamento das populações baseada na divergência genética mostrou três grupos, dois deles formados pelas populações do Brasil e um terceiro grupo formado pelas populações do México. O número de grupos genéticos encontrado foi K=3 e corresponde a os mesmos grupos formados pela análise da divergência genética. Os resultados indicam que a goiabeira é uma espécie com baixa diversidade genética conduzida provavelmente pela predominância autogâmica da planta e a baixa dispersão de suas sementes, mesmas que também produzem alta estruturação genética. A similaridade genética entre as populações do México com as populações do sul do Brasil indicam uma provável adaptação local em resposta às condições climático-ecológicas. Alternativamente, esta similaridade pode ser interpretada como produto da introdução da goiabeira pelo homem nas áreas desmatadas da Mata Atlântica. A clina de diversidade genética apresentada pelas populações da goiabeira, assim como o número de alelos exclusivos por grupos de populações indicam que a região da América próxima à linha do Equador pode ser um dos prováveis centros de diversidade da goiabeira e que partir desta região, a espécie sofreu dispersão para o sul do Brasil.
Abstract: The guava (Psidium guajava L.) is a tropical fruit tree of high economic importance because it is widely marketed. This species also provides food and shelter to many kinds of animals. For its rapid development features, the guava is used for the recovery of deforested forests and maintenance of ecological corridors. Despite this importance, it is not known center of origin and / or diversity of this species, and this information is important for conservation and / or crop breeding programs. To date it has not done detailed studies of population genetics of wild guava encompassing a wide geographical area. In this sense, the objective of this work was to study the genetic diversity and structure of populations of guava collected in Brazil and Mexico between latitudes -27 ° to + 16 °. For molecular analysis were used nine populations of guava (six from Brazil and three from Mexico) of each population were collected around 32 individuals all them evaluated with 12 microsatellite loci. Forty-four alleles were obtained with average of 3.66 alleles per locus. There were found three private allele in populations of Mexico and only one private allele for the population of Brazil. Around 76% of loci showed in Hardy-Weinberg disequilibrium. The Shannon diversity index was low in all populations and also for the species (H'= 0.557). The observed and expected heterozygosity (Ho and He) values were also low (Ho = 0.105 and He = 0.337). The fixation index was high (0.668) and low gene flow (nm = 0.495). The He showed strong correlation (r = -0.90) with the latitude of each population of Brazil. The Mantel test showed no correlation between genetic and geographic distance. The molecular variance among populations was 34%, and 52% among individuals. Twenty-three components explained 89.4% of the genetic variation of all individuals of the nine populations. The populations showed a high level of genetic differentiation (FST = 0.336; DST = 0.346). The clustering of populations based on genetic divergence showed three groups, two of them formed by populations from Brazil and a third group of the population from Mexico. The number of genetic groups was found K=3 and corresponds to the same groups formed by the analysis of genetic divergence. The results indicated that the guava is a species with low genetic diversity probably driven by the predominance of its autogamous nature and its seeds low dispersion; they also produce high genetic structure. The genetic similarity between populations of Mexico with the populations of southern Brazil indicates a probable local adaptation in response to climate-ecological conditions. Alternatively, this similarity can be interpreted as a product of the introduction of guava by man in deforested areas of the Atlantic Forest. The cline of genetic diversity showed by populations of guava, as well as the number of private alleles by population groups indicate that the region of America close to the Equatorial line can be considered as one of the probable centers of diversity of guava and from this region the species dispersal to the south.
Palavras-chave: Autogamia
clina genética
centro de diversidade
centro de origem
fluxo genético
autogamy
genetic cline
center of diversity
center of origin
gene flow
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS
CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA
CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Centro-Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Biologia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva (Mestrado)
Citação: DÍAZ-CRUZ, JESÚS ALBERTO. DIVERSIDADE E ESTRUTURA GENÉTICA DE POPULAÇÕES DE Psidium guajava L. (MYRTACEAE) ORIUNDAS DO BRASIL E DO MÉXICO. 2016. 44 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva - Mestrado) - Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava - PR.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/725
Data de defesa: 26-Feb-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JESÚS ALBERTO DÍAZ-CRUZ.pdfJESÚS ALBERTO DÍAZ-CRUZ2,05 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.