???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/693
Tipo do documento: Dissertação
Título: Obtenção e avaliação in vitro de nanopartículas de Poli(ε- Caprolactona) revestidas com quitosana para carreamento de Anfotericina B
Autor: VÁSQUEZ MARCANO, ROSSANA GABRIELA DEL JESÚS
Primeiro orientador: Mainardes, Rubiana Mara
Primeiro coorientador: Khalil, Najeh Maissar
Resumo: Nas últimas décadas, as infecções fúngicas invasivas (IFI) têm tido um aumento significativo principalmente nos pacientes imunocomprometidos nas unidades de terapia intensiva, sendo assim umas das maiores causas de morbidade e mortalidade associadas a este tipo de patologia, onde as espécies do gênero Candida representam a quarta causa mais comum de IFI em humanos. Dentre os antifúngicos aprovados para o tratamento das IFI, destaca-se a anfotericina B (AnB), a qual caracteriza-se por ser um antifúngico de amplo espectro. No entanto, seu uso clinico tem sido limitado devido aos seus efeitos secundários sendo o mais grave a nefrotoxicidade. Além disso, a AnB possui baixa solubilidade, baixa permeabilidade nas membranas e fraca estabilidade no ambiente gástrico, o que impossibilita sua administração pela via oral. Assim, o objetivo deste trabalho foi desenvolver nanopartículas de poli (ε-caprolactona), revestidas com quitosana (Qs), para o carreamento de AnB, com a finalidade de reduzir seus efeitos citotóxicos frente a células humanas e como uma proposta para melhorar sua biodisponibilidade pela via oral. As nanopartículas (Nps) foram obtidas pelo método de nanoprecipitação, e parâmetros como, tipo e concentração de tensoativo, proporção fase orgânica: fase aquosa, concentração da quitosana e quantidade de fármaco foram otimizados. As Nps foram caracterizadas quanto ao diâmetro médio, índice de polidispersão, potencial zeta, morfologia, liberação in vitro (pH fisiológico e nos fluidos gastrointestinais), estado de agregação, hemólise, citotoxicidade em linhagem de células Vero e atividade antifúngica. As Nps-AnBQs obtidas, apresentaram diâmetro médio de 318±35 nm, índice de polidispersão de 0,24±0,02, potencial zeta de +36±1,8 mV e alta eficiência de encapsulação (%EE) de 69%±0,02. O estudo sobre o estado de agregação da AnB encapsulada, revelou que a mesma se encontra em um estado de baixa agregação molecular. O perfil cinético da AnB liberada a partir das Nps-AnBQs foi de segunda ordem e governado por difusão. A liberação nos fluidos gastrointestinais mostrou que as Nps-AnBQs apresentaram uma boa estabilidade no fluido gástrico e intestinal simulado obtendo porcentagens de liberação da AnB de 10,08% (pH=1,2) e de 29,15%(pH=6,8) no tempo de 6 h. Os resultados do ensaio de toxicidade sobre eritrócitos in vitro, revelaram que a AnB associada às Nps apresentou uma redução significativa da citotoxicidade (p<0,05) em relação ao fármaco na forma livre. O ensaio de citotoxicidade das Nps-AnBQS sobre a linhagem de células Vero mostrou que as nanopartículas reduziram significativamente a toxicidade renal da AnB. Além disso, a AnB associada às Nps apresentara atividade antifúngica frente a cepa de Candida parapsilosis1, sendo, portanto, uma ótima proposta como sistema de liberação para AnB pela via oral.
Abstract: In recent decades, invasive fungal infections (IFIs) have increased significantly in immunocompromised patients in intensive care units, thus being one of the major causes of morbidity and mortality associated with this type of disease, where the species of Candida represents the fourth most common cause of IFI in humans. Among the antifungal agents approved for the treatment of IFI, the most widely used is amphotericin B (AmB), which is characterized by being broad spectrum antifungal drug. However, its clinical use has been limited due to its side effects being the most adverse the nephrotoxicity. Furthermore, AmB has a low solubility, low permeability in the membranes and poor stability in the gastric environment, which makes it impossible to be administered by the oral route. In this study, the aim was to develop nanoparticles of poly (ε-caprolactone) coated with chitosan (CS) for AmB carrier with the goal reducing toxicity to human cells and improving the oral bioavailability. Nanoparticles (Nps) were obtained by the nanoprecipitation method, and parameters such as type and concentration of surfactant, organic phase proportion: aqueous phase, chitosan concentration and amount of drug were optimized. The Nps were characterized in terms of size, polydispersity index, zeta potential, morphology, in vitro release (physiological pH and gastrointestinal fluids), aggregation status, hemolysis, cytotoxicity over Vero cell line and antifungal activity. The Nps-AnBCS obtained were nanometric sized, with a mean diameter of 318 ± 35 nm, low polidispersion of 0.24 ± 0.02, zeta potential of + 36.2 ± 1.8 mV and high entrapment efficiency (% EE) of 69% ± 0.02. The study about the state of aggregation of the encapsulated AmB revealed that it is in a state of low molecular aggregation. The kinetic profile of the AmB released from the Nps-AnBCS was of second order and governed by diffusion. The release in the gastrointestinal fluids showed that the Nps-AnBCS presented good stability in the simulated gastric and intestinal fluid obtaining percentages of AmB release of 10.08% (pH = 1.2) and 29.15% (pH= 6, 8) at the time of 6 h. The results of the in vitro hemolysis study revealed that AmB encapsulated significantly reduced the hemolytic toxicity of AmB (p <0.05) compared with free drug. The cytotoxicity of Nps-AnBCS over the Vero cell line showed a significant reduction in renal toxicity of AmB. In addition, the AmB associated with the Nps presented antifungal activity against the Candida parapsilosis strain, being therefore an excellent proposal for the oral delivery of AmB.
Palavras-chave: Anfotericina B
Citotoxicidade
Nanopartículas poliméricas
Amphotericin B
Cytotoxicity
Polymeric Nanoparticles
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Centro-Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Farmácia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas (Mestrado / Associação Ampla com UEPG)
Citação: VÁSQUEZ MARCANO, ROSSANA GABRIELA DEL JESÚS. Obtenção e avaliação in vitro de nanopartículas de Poli(ε- Caprolactona) revestidas com quitosana para carreamento de Anfotericina B. 2017. 92 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas - Mestrado / Associação Ampla com UEPG) - Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava - PR.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/693
Data de defesa: 20-Feb-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROSSANA GABRIELA DEL JESÚS VÁSQUEZ MARCANO.pdfROSSANA GABRIELA DEL JESÚS VÁSQUEZ MARCANO2,44 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.