???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/1904
Tipo do documento: Dissertação
Título: REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE LÍNGUA E CULTURA NO ENSINO DE INGLÊS: PRODUÇÕES ACADÊMICAS EM DESTAQUE
Autor: SOUSA, ROSÁLIA WIELEWSKI DE 
Primeiro orientador: Lemke, Cibele Krause
Resumo: Esta dissertação analisa produções acadêmicas que tratam de representações sociais, língua e cultura sobre o ensino do Inglês e tem por como objetivo verificar qual é o conceito de língua e cultura que predomina nas dissertações e tese selecionadas para este estudo. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de caráter bibliográfico, tendo como matriz de busca dados da plataforma CAPES e Google Acadêmico. Sendo assim, primeiramente trago um panorama de alguns entendimentos atribuídos à cultura: a) a ideia antropológica de cultura; b) a concepção sociológica; e c) a acepção pós-moderna, conforme Bhabha e Hall. Além disso, neste trabalho, utilizo o princípio de representações sociais que, segundo Moscovici são formas de representações coletivas dinâmicas que prescrevem e condicionam os aspectos simbólicos de uma sociedade. Concomitante com tais ideias adota a concepção de língua como discurso com base em Bakhtin dialogando com a noção de língua como cultura de acordo com Kramsch. E ainda, partindo da posição atual do Inglês como Língua Franca/Internacional, procuro constatar qual é o lugar da cultura nesse status da língua inglesa. Como base teórica para o ensino de Inglês como Língua Franca considera os apontamentos de McKay (2012), Jenkins (2007), Cogo (2012), Seidholfer (2005) e Pennycook (2007). Portanto, com este estudo foi possível construir uma visão acerca das representações sociais apresentadas por pesquisadores referentes aos aspectos culturais atrelados à língua inglesa e ao status do inglês enquanto uma língua franca, além de verificar como a cultura tem sido abordada no ensino de inglês segundo as percepções destes autores. As conclusões também indicam possibilidades de ampliar este tema, por meio da realização de pesquisas com grupos de estudantes de língua inglesa de diferentes contextos para verificar como a relação língua/ cultura é compreendida no processo de ensino-aprendizagem e qual a imagética que envolve a língua inglesa para estes sujeitos.
Abstract: This dissertation analyzes academic productions that deal with social representations, language and culture about the teaching of English and aims to verify which is the concept of language and culture that predominates in the dissertations and thesis selected for this study. This is qualitative research, of bibliographic character, having as search matrix data from the CAPES platform and Google Scholar. Therefore, first I bring an overview of some understandings attributed to culture: a) the anthropological idea of culture; b) the sociological conception; and c) the postmodern meaning, according to Bhabha and Hall. Furthermore, in this work, I use the principle of social representations which, according to Moscovici, are forms of dynamic collective representations that prescribe and condition the symbolic aspects of a society. Concomitant with such ideas, it adopts the conception of language as discourse based on Bakhtin, dialoguing with the notion of language as culture according to Kramsch. And yet, starting from the current position of English as a Lingua Franca/International, I try to verify the place of culture in this status of the English language. As a theoretical basis for teaching English as a Lingua Franca, it considers the notes of McKay (2012), Jenkins (2007), Cogo (2012), Seidholfer (2005) and Pennycook (2007). Therefore, with this study it was possible to build a vision about the social representations presented by researchers regarding the cultural aspects linked to the English language and the status of English as a lingua franca, in addition to verifying how culture has been approached in the teaching of English according to the perceptions of these authors. The conclusions also indicate possibilities to expand this theme, by conducting research with groups of English-speaking students from different contexts to verify how the language/culture relationship is understood in the teaching-learning process and what imagery involves the language English for these subjects.
Palavras-chave: Representações Sociais
Língua Inglesa
Cultura
Social Representations
English language
Culture
Área(s) do CNPq: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Centro-Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras (Mestrado)
Citação: SOUSA, ROSÁLIA WIELEWSKI DE. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE LÍNGUA E CULTURA NO ENSINO DE INGLÊS: PRODUÇÕES ACADÊMICAS EM DESTAQUE. 2022. 84 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Letras - Mestrado) - Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/1904
Data de defesa: 15-Mar-2022
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Rosalia Wielewski de Sousa.pdfDissertação - Rosalia Wielewski de Sousa943,6 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.