???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/1509
Tipo do documento: Dissertação
Título: Amamentação prolongada: significados maternos
Título(s) alternativo(s): Prolonged breastfeeding: maternal meanings
Autor: Salla, Cleomara Mocelin 
Primeiro orientador: Fujinaga, Cristina Ide
Resumo: Os benefícios do aleitamento materno, em curto prazo, são amplamente difundidos na literatura científica uma vez que causam impacto na sobrevivência infantil, reduzindo sua morbi-mortalidade e apresentando benefícios contra infecções, nos aspectos do desenvolvimento cognitivo e emocional do bebê, bem como nos aspectos de saúde física e psíquica da mãe. Em relação à amamentação a longo prazo, muito ainda precisa ser estudado e compreendido. Por isso, essa pesquisa justifica-se pela importância em aprofundar o conhecimento dos fatores que contribuem para a manutenção da ‘’amamentação prolongada’’, bem como o significado dessa vivência para as mães. Para isso, entendemos que o princípio é discutir o período de realização e como a amamentação ocorre. O objetivo da pesquisa foi compreender o significado da vivência das mulheres que experienciaram a amamentação continuada. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas, com mães que amamentaram/amamentavam seus filhos por 2 anos ou mais. As mães foram selecionadas pelo método bola de neve. Foram entrevistadas sete mulheres que amamentaram de forma continuada por dois anos ou mais. Para a análise das entrevistas foi usado o método de análise de narrativas. As entrevistas foram apresentadas em forma de narrativas, a fim de prezar detalhes das experiências maternas. De modo geral as narrativas evidenciam uma visão em relação à amamentação continuada pautada no prazer e bem estar da mãe ao amamentar, estando assim nutrindo e provendo o melhor para seu filho. Isso pode se justificar, porque os argumentos científicos partem dos benefícios da criança, porém identifica-se nas narrativas os sentimentos antagonistas vivenciados por essas mulheres que fazem parte do processo da amamentação continuada. À questão de saúde física e nutricional, que são benefícios do leite materno, é mencionado por algumas mães, em relação à amamentação continuada e como impulso inicial para a prática. Outro fator que contribui para a continuidade da amamentação é a permanência da mulher em casa. Em relação à participação do pai no processo de aleitar, observa-se em todas as narrativas pouca participação nas decisões. A figura paterna pode influenciar tanto no início e duração da amamentação, como para o desmame. Diante das narrativas das mães observa-se que a amamentação continuada está ligada aos enfrentamentos e decisões a que elas estão expostas. A amamentação compreende diversos significados e representações para as mulheres, o que se evidencia nas narrativas e é tendência da prática voltada aos benefícios para a criança, concordando com outras pesquisas já realizadas. Outro resultado importante é em relação ao papel dos profissionais de saúde que mostraram significativa contribuição negativa, desestimulando a amamentação continuada na maioria dos relatos, apontando que a formação profissional e as estratégias voltadas à promoção e apoio á amamentação necessitam de mudanças. Compreender a prática da amamentação continuada e seus benefícios pode contribuir para o planejamento das políticas de saúde materno-infantil e assim, no trabalho dos profissionais de saúde, subsidiando melhor o processo de amamentação e desmame, de modo a reduzir o estigma e a pressão social sobre o tema.
Abstract: In short terms, the breastfeeding benefits, are widespread in the science literature once they cause impact on child survival, reducing its morbidity and mortality and showing benefits against infections, on aspects of baby's cognitive and emotional development, as well as mother's physical and psychic health. Regarding long-term breastfeeding, much remains to be studied and understood. Therefore, this research is justified by the importance of deepening the knowledge of the factors that contribute to the maintenance of "prolonged breastfeeding", as well as the meaning of this experience for mothers. For this, we understand that the principle is to discuss the period performance and how breastfeeding occurs. The objective of the research was to understand the meaning of the experience of continuous breastfeedingIt is a research of qualitative approach. Semi-structured interviews were conducted with mothers who breastfed their children for 2 years or more. The mothers were selected by the snowball method. Seven women who continuously breastfed for two years or more were interviewed. For the analysis of the interviews, the narrative analysis method was used. The interviews were presented in narrative form in order to appreciate details of maternal experiences. In general, the narratives show a vision regarding continued breastfeeding based on the mother's pleasure and well-being when breastfeeding, thus nurturing and providing the best for her child. This may be justified, because the scientific arguments start from the benefits of the child, but it is identified in the narratives dualities experienced by these women in the breastfeeding process. The issue of physical and nutritional health that are benefits of breastmilk is mentioned by some mothers in relation to continued breastfeeding and as an initial impulse to practice. Another factor that contributes to the continuation of breastfeeding is the permanence of women at home. Regarding the participation of the father on breastfeeding process, is observed in all narratives and there is little participation in decisions. The father figure can influence both the beginning and duration of breastfeeding, as well as for weaning. From the mothers narratives, it is observed that the continuation of breastfeeding is linked to the confrontations and decisions to which they are exposed. Breastfeeding comprises several meanings and representations for women, which is evident in the narratives is a trend of practice focused on the benefits to the child, in agreement with other studies already conducted. Another important result is regarding the role of health professionals who showed significant negative contribution, discouraging continued breastfeeding in most reports, pointing out that professional training and strategies aimed at promoting and supporting breastfeeding need change. Understanding continued breastfeeding practice and its benefits can contribute to the planning of maternal and child health policies and thus, in the work of health professionals, better subsidizing the process of breastfeeding and weaning in order to reduce stigma and social pressure on health about the theme.
Palavras-chave: aleitamento materno
políticas públicas
nutrição do lactente
gênero e saúde
criança
breastfeeding
public politics
infant nutrition
gender and health
child
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS
CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Centro-Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Saúde de Irati
Programa: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Comunitário (Mestrado Interdisciplinar)
Citação: Salla, Cleomara Mocelin. Amamentação prolongada: significados maternos. 2019. 108 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Comunitário - Mestrado Interdisciplinar) - Universidade Estadual do Centro-Oeste, Irati-PR.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/1509
Data de defesa: 29-Aug-2019
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Desenvolvimento Comunitário

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cleomara Salla Dissertação Final.pdfCleomara Mocelin Salla1,77 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.