???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/1269
Tipo do documento: Dissertação
Título: TAXONOMIA E FILOGENIA DE Urtica L. (URTICACEAE Juss.) OCORRENTES NO BIOMA MATA ATLÂNTICA
Autor: Rodrigues, Carine Muniz 
Primeiro orientador: Gaglioti, André Luiz
Primeiro coorientador: Silva, Paulo Roberto Da
Resumo: Urtica L. constitui o maior gênero da tribo Urticeae Lam. & DC. (Urticaceae Juss.), com centro de diversidade na Ásia e Europa, possuindo cerca de 30 espécies para a região Neotropical. Este gênero carece de estudos recentes que clarifiquem sua evolução e taxonomia, principalmente para as espécies do bioma Mata Atlântica. Este bioma é considerado um hotspot mundial, devido a elevada biodiversidade e à presença de espécies endêmicas, que tem sido ameaçado pelas ações antrópicas. Assim, o objetivo deste trabalho é realizar uma sinopse taxonômica e posicionar filogeneticamente as espécies de Urtica ocorrentes no bioma Mata Atlântica. As análises taxonômicas foram realizadas com base nos materiais herborizados por meio de visitas a herbários nacionais, e pelas plataformas virtuais. Além disso, foram consultados os trabalhos de referência para o grupo. Novos materiais coletados ao longo do trabalho foram depositados nos herbários SP, RB, EVB e na coleção botânica ARAUCA. Para a análise filogenética foram sequenciados espécimes ocorrentes no bioma Mata Atlântica, utilizando marcadores cloroplastidiais e nuclear. A árvore filogenética foi construída com as sequências obtidas para Urtica, além de outros acessos obtidos do GenBank. Para o bioma Mata Atlântica foi registrada a ocorrência das seguintes espécies: Urtica circularis (Hicken) Sorarú, U. dioica L., U. spathulata Sm. e U. urens L. Foi realizada uma chave de identificação, descrições morfológicas, de distribuição, ecológicas e comentários taxonômicos. A árvore filogenética mostra Urtica como parafilética, com as espécies ocorrentes na Mata Atlântica próximas a outras espécies da América do Sul. Dados morfológicos e a distribuição geográfica das espécies ocorrentes na Mata Atlântica são informativos para explicar sua relação filogenética.
Abstract: Urtica L. is the largest genus of the Urticeae Lam. & DC. tribe (Urticaceae Juss.), with a diversity center in Asia and Europe, and has nearly 30 species for the Neotropical region. This genus lacks of recent studies that explains its evolution and taxonomy, mainly Atlantic Forest species. This biome is considered a global hotspot, due to its high biodiversity and presence of endemic species, which has been threatened by anthropogenic actions. Therefore, the aim of this study was to characterize taxonomically and phylogenetically the Urtica species from the Atlantic Forest. Taxonomic analyses were performed based on herborized materials, through visits to national herbariums, and virtual platforms. Furthermore, reference studies of this group were consulted. New materials collected during the research were deposited in the herbarium SP, RB, EVB and in the botanical collection ARAUCA. For the phylogenetic analyses, samples from the Atlantic Forest were sequenciated, using plastidial and nuclear markers. The phylogenetic tree was constructed with Atlantic Forest sequences for Urtica L, besides other accesses obtained from the GenBank. Taxonomic results attained the occurrence of the following species to Atlantic Forest biome: Urtica circularis (Hicken) Sorarú, U. dioica L, U.spathulata Sm. and U.urens L. An identification-key was created for these species, also morphological, distribution and ecological descriptions and taxonomic comments were carried out. The phylogenetic tree presented Urtica as a paraphyletic, with the species found in the Atlantic Forest being approximate to other South American species. The Morphological data and geographic distribution of the species found in this biome are informative to explain their phylogenetic relationship.
Palavras-chave: Conservação
Urtigas
Sistemática
Morfologia
Evolução
Conservation
Systematics
Nettles
Morphology
Evolution
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS
CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA
CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Centro-Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Biologia
Unicentro::Departamento de Ciências Agrárias e Ambientais
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva (Mestrado)
Citação: Rodrigues, Carine Muniz. TAXONOMIA E FILOGENIA DE Urtica L. (URTICACEAE Juss.) OCORRENTES NO BIOMA MATA ATLÂNTICA. 2019. 82 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva - Mestrado) - Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava - PR.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/1269
Data de defesa: 27-Feb-2019
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Carine Muniz Rodrigues.pdfDissertação - Carine Muniz Rodrigues4,07 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.