???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/1265
Tipo do documento: Dissertação
Título: NÚMERO MÍNIMO AMOSTRAL PARA OBTENÇÃO DE DADOS GENÉTICOS POPULACIONAIS EM PLANTAS UTILIZANDO MARCADORES ISSR
Título(s) alternativo(s): Minimum sample size for ISSR-based population genetic studies in plants
Autor: Cruz, Josiane de Fátima da 
Primeiro orientador: Silva, Paulo Roberto Da
Resumo: Decidir quantos indivíduos devem ser amostrados a fim de se ter uma amostra que seja representativa da variabilidade genética da população real é uma das grandes perguntas da genética de populações. Buscando responder esta questão, foram utilizados dados obtidos com marcadores ISSR (Inter-Simple Sequence Repeat) de populações de 60 ou 59 indivíduos de cinco espécies de plantas Achyrocline flaccida (Weinm.) DC., Campomanesia xanthocarpa O. Berg, Eugenia uniflora L., Psidium guajava L. e Solanum mauritianum Scop. A partir da população original, foram obtidas por sorteio subpopulações de tamanhos amostrais de 5, 10, 15, 20, 25, 30, 35, 40, 45 e 58 indivíduos. Cada subpopulação foi sorteada 50 vezes, consistindo de 50 repetições. Para cada uma das 2500 subpopulações obtidas foi calculado o Índice de diversidade de Shannon (I), a Diversidade genética de Nei (h), a Distância genética de Nei (D) e o Coeficiente de diferenciação genética (GST). Os valores obtidos foram avaliados pelo teste de normalidade, análise de variância e comparação par a par. Os resultados mostraram que em todas as espécies e índices a amplitude dos dados foi inversamente proporcional ao tamanho amostral. Contudo, esta amplitude foi mínima quando comparado tamanhos amostrais superiores a 30 indivíduos. Neste sentido, um tamanho amostral de 30 indivíduos é suficiente para estimativa confiável de índices genéticos populacionais com marcadores ISSR em plantas. O esforço amostral para além deste número implicaria no aumento dos custos sem mudança na interpretação quanto ao status genético da espécie em estudo.
Abstract: Deciding how many individuals should be sampled in order to have a sample that is representative of the genetic variability of the real population is one of the great questions of population genetics. In order to answer this question, we used data from ISSR (Inter-Simple Sequence Repeat) markers of populations of 60 or 59 individuals from five plant species Achyrocline flaccid (Weinm.) DC., Campomanesia xanthocarpa O. Berg, Eugenia uniflora L., Psidium guajava L. and Solanum mauritianum Scop. From the original population, subpopulations of sample sizes of 5, 10, 15, 20, 25, 30, 35, 40, 45 and 58 individuals were obtained by random sampling. Each subpopulation was assayed 50-fold, consisting of 50 replicates. For each of the 2500 subpopulations obtained, the Shannon diversity index (I), Nei genetic diversity (h), Nei genetic distance (D) and genetic differentiation coefficient (GST) were calculated. The values obtained were evaluated by the normality test, analysis of variance and pairwise comparison. The results showed that in all species and indices the amplitude of the data was inversely proportional to the sample size. However, this amplitude was minimal when compared to sample sizes higher than 30 individuals. In this sense, a sample size of 30 individuals is sufficient for reliable estimation of population genetic indexes with ISSR markers in plants. The sample effort beyond this number would imply in the increase of the costs without change in the interpretation regarding the genetic status of the species under study.
Palavras-chave: Diferenciação genética
Tamanho amostral
Marcadores moleculares
Genética de populações
Genetic differentiation
Sample size
Population genetics
Molecular markers
Área(s) do CNPq: CIENCIAS BIOLOGICAS
CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA
CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Estadual do Centro-Oeste
Sigla da instituição: UNICENTRO
Departamento: Unicentro::Departamento de Biologia
Unicentro::Departamento de Ciências Agrárias e Ambientais
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva (Mestrado)
Citação: Cruz, Josiane de Fátima da. NÚMERO MÍNIMO AMOSTRAL PARA OBTENÇÃO DE DADOS GENÉTICOS POPULACIONAIS EM PLANTAS UTILIZANDO MARCADORES ISSR. 2018. 41 f. Dissertação (Programa de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva - Mestrado) - Universidade Estadual do Centro-Oeste, Guarapuava - PR.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.unicentro.br:8080/jspui/handle/jspui/1265
Data de defesa: 13-Apr-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Biologia Evolutiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Josiane de Fátima da Cruz.pdfDissertação - Josiane de Fátima da Cruz1,1 MBAdobe PDFDownload/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.